Partilha Nossa Página no Facebook São Silvestre de Luanda sem dinheiro ~ Canal 82 | Agência de Notícias

quinta-feira, 24 de novembro de 2016

São Silvestre de Luanda sem dinheiro



Nos últimos dias têm chegado junto da Federação Angolana de Atletismo (FAA) várias queixas de maratonistas nacionais, reclamando o pagamento de prémios de corrida em atraso. O Grande Prémio Sonangol, disputado a 28 de Fevereiro, é uma das provas em questão.
Maria Candela, da Huíla, foi a primeira mulher a cruzar a meta, mas até hoje ainda não recebeu qualquer prémio.
“Fomos ter com um senhor e disse-nos que a classificação é geral. Fui a primeira mulher a cortar a meta e não posso ser incluída na mesma classificação dos homens. Estou aqui, em Luanda, longe da minha família, a perder aulas para ver resolvido este assunto”, disse a atleta ao Jornal dos Desportos.
Esta não é a primeira vez que Maria Candela é burlada numa prova da Sonangol. Em 2014, depois de ficar em quarto lugar, recebeu um cheque sem cobertura.
“Levamos daqui cheques e depois de algum tempo os outros receberam os valores. Na minha conta não caiu nada. Pensei que os valores estavam a cair em função de ordem alfabética, mas até hoje não recebi. Não posso correr duas vezes a mesma prova sem receber prémio”, confessou.
Mas não é só no GP Sonangol que os corredores nacionais nunca chegam a ver a cor do dinheiro. Também na São Silvestre de Luanda, prova organizada pela FAA, há registos de atraso nos pagamentos. Bastos Filipe, atleta do 1.º de Agosto, e primeiro angolano a cortar a meta, é um deles.
“Estou insatisfeito porque enfrento muita contrariedade familiar para praticar atletismo. Há pessoas que não acreditam no trabalho que fazemos. Quando surgem estes resultados, tendem a aceitar-nos e a compreender o esforço que fazemos. Infelizmente, o prémio, que é um incentivo, não chega e tudo fica mais desencorajador”, lamentou o corredor.
Bastos Filipe lembra que antes dos eventos várias entidades publicitam a existência de prémios em órgãos de comunicação social, deixando então a pergunta: “Onde vai este dinheiro?”.
Jornal dos Desportos refere também a “Fuga para a Resistência”, realizada pelo Governo Provincial do Bengo, como outra corrida onde os vencedores ainda não receberam qualquer prémio.

Tag: São silvestre 2016, 2017 Luanda Angola.

RA
PARTILHA NO FACEBOOK COM AMIGOS...

AUGUSTO KENGUE CAMPOS

LIVRO: O MISTÉRIO DAS RELIGIÕES

LIVRO: O MISTÉRIO DAS RELIGIÕES

DIVULGA-TE AQUI...

DIVULGA-TE AQUI...

PROMOVA TEU EVENTO AQUI...

MÚSICO, PROMOVE-TE AQUI

MÚSICO, PROMOVE-TE AQUI

ENVIE-NOS NOVIDADES

ENVIE-NOS NOVIDADES