Partilha Nossa Página no Facebook EUA: POLÍCIA BRANCO MATA JOVEM NEGRO COM 16 TIROS ~ Canal 82 | Agência de Notícias

quarta-feira, 25 de novembro de 2015

EUA: POLÍCIA BRANCO MATA JOVEM NEGRO COM 16 TIROS



AUGUSTO CAMPOS | LUANDA, 25 Novembro 2015:

Centenas de pessoas saíram à rua em Chicago, em protesto após ter sido divulgado um vídeo da morte de um jovem negro, ocorrida há mais de um ano, por um polícia branco que disparou 16 vezes.

Centenas de pessoas saíram, esta terça-feira, para as ruas de Chicago (EUA) em protesto após ter sido divulgado um vídeo da morte de um jovem negro, ocorrida há mais de um ano, por um polícia branco que disparou 16 vezes.
Vários manifestantes gritaram “16 tiros”, em referência ao número de balas que atingiram Laquan McDonald, de 17 anos, e outros repreendiam os agentes antimotim, segundo imagens televisivas.
As autoridades judiciais de Chicago anunciaram, esta terça-feira, que vão acusar o veterano polícia branco Jason Van Dyke, presumível autor dos disparos contra o jovem, de homicídio. Van Dyke, de 37 anos, entregou-se às autoridades e deve ser presente a tribunal, que vai decidir se lhe concede liberdade condicional.
No centro da polémica está o vídeo que um juiz ordenou que fosse divulgado – o da noite de 20 de novembro de 2014. Nestas imagens, que duram quase 7 minutos, os primeiros 5 são preenchidos por uma perseguição policial e só depois aparece em cena Laquan. Este corre no meio da estrada, onde estão parados pelo menos dois carros da polícia, afastando-se das autoridades aí presentes. De um momento para o outro é visível (visível porque foi cortado o som do vídeo tornando-se difícil identificar quantos ou em que altura são disparados os tiros) um primeiro tiro a atingi-lo, fazendo-o cair no mesmo instante. Momentos depois parece ser baleado várias vezes e um agente não identificado afasta um objeto, presumivelmente uma faca, que Laquan carregava.
Depois disto, McDonald fica deitado no chão sem que nenhum agente policial se aproxime do jovem. Ao que tudo indica, todos os tiros foram disparados por Van Dyke. A polícia argumenta que o seu agente disparou por temer pela vida e acrescenta que McDonald, cuja autópsia revelou indícios de que pode ter consumido drogas, se comportou de forma errática e que não atendeu às ordens dos agentes para que largasse a faca.
PARTILHA NO FACEBOOK COM AMIGOS...

AUGUSTO KENGUE CAMPOS

LIVRO: O MISTÉRIO DAS RELIGIÕES

LIVRO: O MISTÉRIO DAS RELIGIÕES

DIVULGA-TE AQUI...

DIVULGA-TE AQUI...

PROMOVA TEU EVENTO AQUI...

MÚSICO, PROMOVE-TE AQUI

MÚSICO, PROMOVE-TE AQUI

ENVIE-NOS NOVIDADES

ENVIE-NOS NOVIDADES