Partilha Nossa Página no Facebook GOVERNO APROVA CRÉDITO DE 53 MILHÕES DE USD PARA PAGAR DÍVIDA DE CUBANOS ~ Canal 82 | Agência de Notícias

quinta-feira, 20 de agosto de 2015

GOVERNO APROVA CRÉDITO DE 53 MILHÕES DE USD PARA PAGAR DÍVIDA DE CUBANOS



AUGUSTO CAMPOS | LUANDA, 20 Agosto 2015:
DR / RA

O governo aprovou um crédito de mais de USD 53 milhões para pagamento de contratos com a empresa cubana Antex, quando se avolumam preocupações com a saída dos profissionais de Cuba devido a atrasos nos recebimentos.

A abertura deste “crédito adicional”, no montante de Kz 6.679.490.366 (USD 53,3 milhões), consta de um despacho de 17 de Agosto, assinado pelo presidente José Eduardo dos Santos, consultado hoje pela Lusa, visando “o pagamento de despesas relacionadas com o pagamento de contratos assinados com a Empresa Antex”.

Na mesma informação não são disponibilizados dados sobre os sectores que abrangem estes pagamentos ou prazos para a sua concretização, numa altura em que surgem relatos na imprensa privada angolana do abandono de profissionais cubanos das áreas da saúde e da educação, por alegados atrasos nos recebimentos.

A Lusa noticiou em Julho que a permanência de médicos e professores cubanos em Angola pode estar em causa devido a atrasos nos pagamentos no âmbito da contratação destes profissionais.

Em causa está o atraso no pagamento do Estado à Antex – Antillas Exportadora, empresa cubana que assegura o recrutamento e pagamento de médicos, professores e engenheiros de construção civil que trabalham em Angola.

Sem receber do Estado angolano, tem sido Cuba a assegurar o pagamento à Antex, para manter estes trabalhadores em Angola. Segundo o governo angolano 42 por cento dos médicos e 70 por cento dos profissionais de saúde no país são cubanos.

A crise económica provocada pela quebra nas receitas com a exportação de petróleo bruto tem agravado as dificuldades do governo para cumprir com estes pagamentos.

Os atrasos serão superiores as seis meses e ameaçam a actividade desenvolvida por cerca de 4.000 profissionais cubanos em Angola, apesar de a própria Antex negar que esteja previsto um “intempestivo regresso” destes trabalhadores.

“Não temos informações para prestar sobre este assunto”, disse em Julho à Lusa fonte oficial da embaixada cubana em Luanda. “Há muita especulação, mas o trabalho e a colaboração continuam. Temos muitos especialistas cubanos que cá continuam, é só o que podemos dizer”, indicou a mesma fonte.

A visita a Luanda do vice-presidente do conselho de ministros de Cuba, Ricardo Cabrisas Ruiz, já na primeira quinzena de Julho, terá servido para abordar junto do governo os atrasos nos pagamentos e obter garantias sobre os pagamentos.

PARTILHA NO FACEBOOK COM AMIGOS...

AUGUSTO KENGUE CAMPOS

LIVRO: O MISTÉRIO DAS RELIGIÕES

LIVRO: O MISTÉRIO DAS RELIGIÕES

DIVULGA-TE AQUI...

DIVULGA-TE AQUI...

PROMOVA TEU EVENTO AQUI...

MÚSICO, PROMOVE-TE AQUI

MÚSICO, PROMOVE-TE AQUI

ENVIE-NOS NOVIDADES

ENVIE-NOS NOVIDADES