Partilha Nossa Página no Facebook EM LUANDA: FAMILIA MORRE APÓS CONSUMIR PEIXE ´´ESTRANHO´´ ~ Canal 82 | Agência de Notícias

segunda-feira, 31 de agosto de 2015

EM LUANDA: FAMILIA MORRE APÓS CONSUMIR PEIXE ´´ESTRANHO´´




AUGUSTO CAMPOS | LUANDA, 31 Agosto 2015:
DR/ TPA

Responsável aconselha pescadores quanto ao consumo do baiacu

A directora do Instituto de Investigação Pesqueira do Ministério da Agricultura, Desenvolvimento Rural e Pescas, Filomena Vaz Velho, aconselhou a comunidade de pescadores a não consumir o peixe baiacu e caso o pesquem que seja devolvido para o mar.


Reagindo ao facto de duas pessoas terem falecido depois de consumir o peixe baiacu, Filomena Vaz Velho, solicitou principalmente aos pescadores artesanais a não consumir nem comercializar este tipo de peixe  e que o devolvam ao mar, caso seja pescado.

Questionada sobre a possibilidade da interdição da pesca do Baiacu ao longo da costa atlântica do país, disse que ser impossível, uma vez que o peixe, principalmente na pesca de arrasto é trazido em conjunto com outras espécies.

No sábado dois membro da mesma família (mãe e filha) morreram na comuna dos Ramiros, município de Belas, em Luanda,  depois de cozinharem e comerem  as vísceras do peixe do tipo Baiacu venenoso.

O administrador comunal dos Ramiros, António Segunda, disse que o peixe foi pescado pelo chefe da família que é pescador artesanal.

“ Os pescadores foram ao mar e trouxeram alguns peixes de várias espécies que comercializaram  e o maior, que era o Baiacu, foi levado para casa”, explicou.

O chefe da família decidiu secar o peixe, esclareceu o administrador, mas as vísceras foram deixadas de parte, por isso a esposa na companhia de vizinhas decidiu aproveita-las.

António Segunda afirmou que outras duas pessoas, as vizinhas da família, ainda continuam internadas no Hospital distrital da Samba, mas o estado de saúde delas melhorou, sendo considerado estável, de acordo com o corpo clinico da unidade hospitalar.

Os sintomas da intoxicação são a dormência nos lábios e na língua, dormência na face e nas extremidades, tontura, dor de cabeça, diarréia, dor abdominal, fala arrastada, vômito e dificuldade para caminhar.

Segundo especialistas, o baiacu é um dos peixes mais venenosos do mundo. Ele liberta a tetrodotoxina, uma substancia que ataca o sistema nervoso e pode ser fatal. Nos peixes pequenos, o veneno está espalhado pelo corpo inteiro. Já nos grandes a tetratoxina se concentra nas vísceras e na pele. Os especialistas recomendam comer apenas o músculo dos baiacus grandes.

Um baiacu contém uma toxina mil e 200 vezes mais letal que o cianeto, sendo que uma gota do veneno pode matar em menos de 24 horas.

Não há cura conhecida para o veneno, que paralisa o corpo e, eventualmente, sufoca a vítima enquanto ela ainda está acordada. Os médicos podem combater o veneno esvaziando rapidamente o estômago das vítimas e os alimentando com carvão ativado para eliminar a toxina.

PARTILHA NO FACEBOOK COM AMIGOS...

AUGUSTO KENGUE CAMPOS

LIVRO: O MISTÉRIO DAS RELIGIÕES

LIVRO: O MISTÉRIO DAS RELIGIÕES

DIVULGA-TE AQUI...

DIVULGA-TE AQUI...

PROMOVA TEU EVENTO AQUI...

MÚSICO, PROMOVE-TE AQUI

MÚSICO, PROMOVE-TE AQUI

ENVIE-NOS NOVIDADES

ENVIE-NOS NOVIDADES