Partilha Nossa Página no Facebook QUANTO TEMPO UM SER HUMANO SEVE DORMIR? ~ Canal 82 | Agência de Notícias

quarta-feira, 3 de junho de 2015

QUANTO TEMPO UM SER HUMANO SEVE DORMIR?


-----
AUGUSTO CAMPOS | LUANDA, 03 Maio 2015: O descanso fiísico é fundamenta para a saúde e crescimento do homem comum. Saiba quanto tempo um indivíduo deve dormir em média por dia.

QUANTO TEMPO UM HOMEN DEVE DORMIR POR DIA

Recém nascido:  18 Horas/Dias
Criança até 4 anos: 12 Horas/Dia
Criança até 10 anos: 10 Horas/Dia
Adolescente: 10 á 12 Horas/Dia
Adulto: 8 Horas/Dia 


BENEFÍCIOS DO SONO

Mantém o coração saudável
"Uma fraca qualidade de sono está ligada a problemas cardíacos desde tensão arterial elevada a enfartes," defende Shalini Paruthi, especialista de sono e porta-voz da Academia Americana de Medicina do Sono. Perturbações no período de sono poderão levar a um aumento das hormonas do stress, como o cortisol. Esse aumento obriga o coração a responder, trabalhando a um ritmo maior, não se conseguindo o descanso necessário.

Previne o aumento de peso

Uma noite descansada não se traduz necessariamente em perda de peso, mas pode ajudar a não ganhar uns quilos a mais. A insónia agrava a produção da hormona grelina, que regula o apetite, afirma Michael Breus, especialista de sono. "Também leva a uma diminuição da leptina, que avisa o corpo que estamos cheios," acrescentou. 

Diminui a probabilidade de um acidente de carro
A privação de sono abranda o tempo de reação e reduz a capacidade de concentração. Conduzir um carro quando não se dormiu é igualmente perigoso a conduzir bêbado," afirma Paruthi. Um estudo concluiu que  pessoas que regularmente dormem entre seis e sete horas por noite têm o dobro das probabilidades de sofrer um acidente do que aqueles que dormem pelo menos oito horas. Se dormirem menos de cinco horas, as probabilidades de um acidente quadriplicam.
Fortalece o sistema imunitário

Um tempo de sono de qualidade mantém as células e proteínas do sistema imunitário ativas e a "lutar", melhorando a capacidade de combater doenças. Pessoas que dormem mais também fazem com que a toma de vacinas seja mais eficaz, defende Paruthi: "depois de se vacinarem, as pessoas com problemas de sono não desenvolvem a mesma resposta de anticorpos do que as pessoas que descansaram bem, e isso deixa-as mais suscetíveis."
Evita que o cérebro "frite"

Se dormir bem aumenta a concentração e a função cognitiva, a falta de sono, pelo contrário, leva a que não se consiga pensar com clareza e a uma sensação de confusão. A memória não fica tão nítida e todas as ações são realizadas em câmera lenta, o que se traduz numa menor produtividade no trabalho, por exemplo. Paruthi explicou que "há uma maior probabilidade de cometer erros no trabalho, mas uma menor de se aperceber e corrigi-los."
Melhora a vida sexual

Um sono estável e de qualidade mantém os níveis de testosterona altos, previne problemas de ereção e garante que nunca se está exausto para o sexo. Estudos demonstraram que homens que dormem menos de seis horas por noite têm níveis de testosterona mais baixos, o que leva a uma diminuição do desejo sexual.
Pode prevenir dores de cabeça

A privação de sono também tem um papel indireto nas dores de cabeça, ao fazer com que se fique menos capaz de lidar com stress e ansiedade, dois dos fatores que levam a enxaquecas, mesmo quando se descansou bastante.
Melhora o rendimento no ginásio

Descanso de qualidade é como um suplemento desportivo, pois melhora a velocidade, a coordenação, o tempo de reação e a recuperação muscular. A privação de sono, por menor que seja, influencia o desempenho no ginásio. Um estudo em 2013 provou que a falta de sono reduzia a força muscular e energia para o dia seguinte, particularmente se o treino foi realizado no fim da tarde.
Estimula o humor

Está provado que quem dorme melhor é mais otimista, tem mais energia e está menos exposto a raiva e frustração, contrariamente a quem sofre de insónias que tem maior tendência a tornar-se rabugento e irritável, estando mais vulnerável ao stress e ansiedade. O stress torna mais difícil adormecer na noite seguinte, formando-se um ciclo de insónias.
Aumenta o limiar da dor

Um estudo realizado em 2012, dividiu pessoas por dois grupos, um que dormia cerca de nove horas por noite e outro uma média de sete. Depois foram então testados sobre quanto tempo cada participante aguentava colocar o dedo numa fonte de calor radiante. O resultado? Quem dormia mais, aguentava mais 25%. Outros estudos semelhantes também já tinham sugerido que uma boa noite de sono pode funcionar como um alívio para a dor.

Reforça as relações

Tendo em conta que a privação de sono aumenta o stress e torna as pessoas mais rabugentas, torna-se clara a maior probabilidade de discussões e uma redução de empatia. "Os hábitos de sono têm um efeito bastante abrangente nas pessoas que nos envolvem, contribuíndo para a satisfação na relação e para a felicidade," acrescentou Paruthi.

Tag: estágios do Sono, Quanto tempo deve um homem durmir, o sono, manual do sono, benefícios do sono matéria.

PARTILHA NO FACEBOOK COM AMIGOS...

AUGUSTO KENGUE CAMPOS

LIVRO: O MISTÉRIO DAS RELIGIÕES

LIVRO: O MISTÉRIO DAS RELIGIÕES

DIVULGA-TE AQUI...

DIVULGA-TE AQUI...

PROMOVA TEU EVENTO AQUI...

MÚSICO, PROMOVE-TE AQUI

MÚSICO, PROMOVE-TE AQUI

ENVIE-NOS NOVIDADES

ENVIE-NOS NOVIDADES