Partilha Nossa Página no Facebook Angola: Diamantes renderam mais de USD 1 Bilhão ~ Canal 82 | Agência de Notícias

quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

Angola: Diamantes renderam mais de USD 1 Bilhão



Números mostram uma ligeira descida no volume de produção e nas receitas brutas por comparação com 2015.

Os diamantes renderam a Angola este ano USD 1,082 mil milhões, uma redução comparativamente aos USD 1,182 mil milhões em 2015.
Os dados avançados pelo ministro da Geologia e Minas, Francisco Queirós, quando procedia ao balanço do sector em 2016, indicam que a quebra na produção artesanal reflectiu-se numa diminuição na ordem dos 8,45 por cento, em relação à arrecadação total de receitas no ano passado.
Segundo o governante, em 2016 registou-se uma considerável diminuição na produção artesanal, de quase 60 por cento do volume total de produção de diamantes, uma redução de 0,95 por cento em relação a produção total de 2015.
“Em 2016, o subsector dos diamantes registou um bom desempenho no que se refere à produção industrial, tendo-se registado uma diminuição considerável no mercado artesanal motivado pela escassez de divisas no mercado cambial”, explicou o ministro.
Para o ano que agora termina, prevê-se que a produção total de diamantes atinja 8.934.000 quilates, o correspondente a 99,21 por cento da meta corrigida de 2016.
“Se não tivesse havido uma diminuição considerável na produção artesanal de quase 60 por cento da produção, o volume total de diamantes este ano teria ultrapassado a meta e atingido cerca de 102 por cento da cifra programada”, disse.
O titular da pasta da Geologia e Minas considerou que, apesar dessa ligeira descida no volume de produção e nas receitas brutas deste ano, o subsector dos diamantes continua a evidenciar “um desempenho robusto e sustentável, oferecendo boas perspectivas de recuperação substancial nos próximos anos”.
O optimismo é garantido, segundo o ministro, com a futura entrada em operação do maior kimberlito do mundo, o Luaxe, na província a da Lunda Sul e de outros projectos de média e pequena dimensão nas províncias diamantíferas das Lundas Norte e Sul, de Malange, do Bié e do Cuando Cunango.
“As estimativas da Endiama apontam para um aumento substancial da produção a partir de 2020, sobretudo a contar com o kimberlito do Luaxe”, reforçou.
Tag: Diamante angola, diamente de sangue angola diamantes diamantes de angola.
PARTILHA NO FACEBOOK COM AMIGOS...

AUGUSTO KENGUE CAMPOS

LIVRO: O MISTÉRIO DAS RELIGIÕES

LIVRO: O MISTÉRIO DAS RELIGIÕES

DIVULGA-TE AQUI...

DIVULGA-TE AQUI...

PROMOVA TEU EVENTO AQUI...

MÚSICO, PROMOVE-TE AQUI

MÚSICO, PROMOVE-TE AQUI

ENVIE-NOS NOVIDADES

ENVIE-NOS NOVIDADES