Partilha Nossa Página no Facebook ANGOLA: MANUEL VICENTE DE VISITA À ÍNDIA ~ Canal 82 | Agência de Notícias

quinta-feira, 29 de outubro de 2015

ANGOLA: MANUEL VICENTE DE VISITA À ÍNDIA



AUGUSTO CAMPOS | LUANDA, 29 Outubro 2015:
Fonte: Jornal de Angola

O Vice-Presidente da República participa hoje, em Nova Deli, na III Cimeira Índia-África que vai reflectir as  prioridades, rumo a um crescimento económico inclusivo para a erradicação da fome e da pobreza e a atribuição de recursos adequados para o desenvolvimento sustentável, definido na Agenda 2063 de África e do respectivo Plano de Implementação Decenal.


Manuel Vicente, que representa no evento o Chefe de Estado Angolano, José Eduardo dos Santos, chegou ontem a Nova Deli, onde já estavam os presidentes do Congo, Denis Sassou Nguesso, e do Sudão, Omar al-Bashir, assim como o rei de Marrocos, Mohamed VI. Além da sua participação na Cimeira, o Vice-Presidente da República reúne com o Primeiro-Ministro da Índia, Nerendra Modi.

A Cimeira Índia-África, em que Angola participa pela primeira vez, é considerado um mecanismo forte de concertação para o estreitamento das relações de amizade e de cooperação que unem os respectivos governos e povos. 
O ministro das Relações Exteriores, Georges Chikoti, afirmou à imprensa que o encontro  é  um mecanismo complementar ao sistema bilateral de cooperação que os países africanos têm com a Índia nos domínios político, económico, sociocultural, com base nos princípios da mutualidade, complementaridade, solidariedade e na promoção de interacções entre pessoas”, disse . O comércio anual da Índia com África atinge actualmente os 65 mil milhões de euros, muito aquém dos 180 mil milhões das trocas comerciais entre China e África.
A Índia é um dos maiores investidores em países africanos, em sectores que vão dos petróleos e gás, indústria petroquímica, tecnologias de informação, infra-estruturas, agricultura e saúde.
Entre 1967 e 1978, o país realizou uma revolução verde que permitiu transformar-se num modelo de desenvolvimento agrícola, sendo actualmente um dos dez maiores exportadores de produtos agrícolas do mundo. A I Cimeira Índia-África realizou-se em 2008, em Nova Deli, e a II em 2011, em Addis-Abeba, com o propósito de reforçar a cooperação económica e o estabelecimento de novas parcerias em diversos domínios.

Montagem de tractores

A Índia quer instalar em Angola uma linha de montagem de tractores para apoiar os esforços do Executivo de mecanização agrícola. O anúncio foi feito ontem em Nova Deli   pelo presidente do conselho de administração da Empresa Nacional de Mecanização Agrícola (Mecanagro), Carlos Alberto Jaime.  Carlos Alberto Jaime disse que Angola está interessada em acolher uma linha de montagem de tractores, com sistema semidesmontado, por ter garantias de que o projecto vai criar valor acrescentado ao país, através da formação de quadros e utilização de mão-de-obra local. 
Com a montagem de misturadoras de fertilizantes no país, acrescentou, o país vai ter a possibilidade de escolher os componentes essenciais para a correcção dos solos e aumento da sua produtividade.“Vamos ver se no próximo ano agrícola conseguimos alguma resposta da Índia sobre o que nos pode oferecer”, frisou, adiantando que este processo depende da disponibilidade de linhas de crédito pelo Standard e Exim Bank da Índia e, posteriormente, das orientações do Executivo para a concretização dos dois projectos.  
O gestor da Mecanagro, que também dirige a Gesterra (Empresa de Gestão de Terras Aráveis), disse que a Índia tem uma grande experiência no domínio da auto-suficiência alimentar, particularmente com a cultura de arroz, e pode ajudar Angola a reforçar o sector agrícola.
No âmbito da cooperação bilateral, disse Carlos Alberto Jaime, são estudados mecanismos mais céleres para adaptar no país à experiência da Índia. Em relação à crise económica que o país enfrenta, Carlos Alberto Jaime defende o aumento dos investimentos no sector agrícola para garantir maior produção local e redução das importações de bens alimentares. 



Parceria vantajosa


O ministro da Agricultura, Pedro Canga, garantiu ser vantajosa a parceria com a Índia, para o desenvolvimento do sector, particularmente da agro-indústria. 
Pedro Canga, que  integra a delegação angolana que participa na cimeira, reconheceu que a Índia tem tecnologia, capacidade técnica e quadros qualificados, que podem ser aproveitados por Angola e demais países africanos.
Para a concretização de projectos, com apoio daquele país asiático, o ministro Pedro Canga disse que já estão a ser dados passos, com vista ao aumento da produção, da tecnologia e do conhecimento.

PARTILHA NO FACEBOOK COM AMIGOS...

AUGUSTO KENGUE CAMPOS

LIVRO: O MISTÉRIO DAS RELIGIÕES

LIVRO: O MISTÉRIO DAS RELIGIÕES

DIVULGA-TE AQUI...

DIVULGA-TE AQUI...

PROMOVA TEU EVENTO AQUI...

MÚSICO, PROMOVE-TE AQUI

MÚSICO, PROMOVE-TE AQUI

ENVIE-NOS NOVIDADES

ENVIE-NOS NOVIDADES