Partilha Nossa Página no Facebook ÉBOLA JÁ TEM CURA ~ Canal 82 | Agência de Notícias

sábado, 1 de agosto de 2015

ÉBOLA JÁ TEM CURA



AUGUSTO CAMPOS | LUANDA, 01 Agosto 2015:

A primeira vacina eficaz contra o ebola, vírus que deixou mais de 11.000 mortos na África ocidental desde dezembro de 2013, está a partir de agora "ao alcance das mãos" segundo a OMS, tendo em vista os resultados preliminares promissores do primeiro teste realizado na Guiné.

Margaret Chan, diretora-geral da Organização Mundial de Saúde, vê na vacina "um avanço muito promissor". "Uma vacina eficaz será uma arma suplementar muito importante na luta" contra o ebola, ressaltou Chan em comunicado.

Testada na Guiné em mais de 4 mil pessoas, a vacina VSV-ZEBOV - desenvolvida pela Agência de Saúde Pública do Canadá, cuja licença é detida pelos laboratórios americanos NewLink Genetics e Merck - se mostrou 100% eficaz, segundo estudo publicado nesta sexta-feira na revista médica britânica The Lancet.

Estes resultados, que suscitaram reações muito favoráveis entre os especialistas, foi possível graças aos esforços da OMS e especialistas de Noruega, França, Suíça, Estados Unidos, Reino Unido e Guiné.
"É uma grande novidade e o acontecimento médico mais promissor até hoje na luta em curso para parar o ebola", comentou o virologista britânico Benjamin Neumann.
Em Conacri, o coordenador da luta contra o ebola da Guiné, Sakoba Kéita, manifestou sua "grande satisfação", mas esclareceu que as medidas adotadas no marco da luta contra o vírus seguirão em vigor.
O representante da OMS na Guiné, Mohamed Belhocine, pediu que seja mantida prudência. "Visto o perigo da epidemia, trata-se apenas de um resultado parcial. Devemos comemorar, mas não devemos baixar a guarda" em matéria de vigilância e prevenção.
Um porta-voz do governo de Serra Leoa declarou que qualquer vacina eficaz "é bem-vinda caso seja aprovada pela OMS".
"Esta novidade iluminou meu dia", comemorou Julian Williams, farmacêutico de Freetown, capital do país.
Iniciada no sul da Guiné, a epidemia atual de Ebola na África ocidental é a mais grave desde a identificação do vírus na África central em 1976, com 27.748 casos registrados. Mais de 99% das vítimas se concentram nos três países (Guiné, Serra Leoa e Libéria), onde a doença desorganizou os sistemas de saúde, devastou as economias e afugentou os investidores.
Apesar da lentidão para agir, a comunidade internacional acabou por se mobilizar massivamente desde o último outono para tentar encontrar tratamentos e vacinas até hoje inexistentes.
A vacina VSV-ZEBOV pode assim ser testada na Guiné em tempo recorde - menos de um ano, quando normalmente é necessário quase 10 anos para que uma vacina chegue a este estágio de desenvolvimento, ressaltam diversos especialistas.
- 'Chega de Ebola'-
Com o título "Chega de Ebola", o estudo, iniciado em 23 de março, foi realizado graças a uma importante cooperação internacional envolvendo a OMS, assim como especialistas da Noruega, França, Suíça, Estados Unidos, Reino Unido e Guiné.
O teste envolveu mais de 7.000 pessoas que tiveram contato com pacientes infectados: 4.123 pessoas sorteadas receberam a vacina imediatamente, enquanto 3.528 outras receberam a vacina 21 dias depois. No primeiro grupo, nenhum caso de Ebola foi detectado ao longo de 10 dias após a inoculação, enquanto no segundo grupo 16 apresentaram os sintomas.
Diante destes resultados, os realizadores dos testes autorizaram todas as pessoas com risco de receber a vacina imediatamente, explicou a OMS.
Após esta fase, o teste deve ser realizado entre adolescentes de 13 a 17 anos e eventualmente indivíduos de 6 a 12 anos, segundo a Organização.
"Até agora, a vacina parece muito eficaz em todas as pessoas vacinadas", mas "será necessário dispor de dados mais conclusivos para saber se é possível conferir uma 'imunidade coletiva' a populações inteiras", reconheceu a OMS.
A vacinação coletiva não está prevista com fins de prevenção, como é o caso para a poliomielite ou a rubéola, segundo a Merck.
O laboratório explicou que uma vez obtidas as autorizações sobre o mercado, produzirá e estocará doses de vacina suficientes para futuras epidemias de ebola.
Outras vacinas estão sendo desenvolvidas atualmente, algumas em estágio bastante avançado. É especialmente o caso da "ChAd3", desenvolvida pela farmacêutica britânica GSK (GlaxoSmithKline) com o instituto americano de alergias e doenças infecciosas (Niaid). A vacina está sendo testada na Libéria desde fevereiro.
Prova dos progressos constatados na luta contra a doença, o secretario-geral das Nações Unidas, Ban ki-Moon, dissolveu nesta sexta-feira a Missão da ONU pela Resposta de Urgência contra o Ebola (UNMEER, na sigla em inglês) e decidiu passar o controle completo da epidemia para a OMS.
Levando em conta as lições do passado, a OMS reconheceu que foi muito lenta ao reagir e apresentou um plano de reformas em seis pontos destinados a reforçar sua capacidade de resposta em caso de alerta sanitário.


Tag: Matéria sobre Ébola, Vacina contra ébola, ébola já tem cura.

PARTILHA NO FACEBOOK COM AMIGOS...

AUGUSTO KENGUE CAMPOS

LIVRO: O MISTÉRIO DAS RELIGIÕES

LIVRO: O MISTÉRIO DAS RELIGIÕES

DIVULGA-TE AQUI...

DIVULGA-TE AQUI...

PROMOVA TEU EVENTO AQUI...

MÚSICO, PROMOVE-TE AQUI

MÚSICO, PROMOVE-TE AQUI

ENVIE-NOS NOVIDADES

ENVIE-NOS NOVIDADES