Partilha Nossa Página no Facebook MORREU DEPUTADO ANGOLANO AFONSO VAN DUNÉM ~ Canal 82 | Agência de Notícias

sábado, 15 de novembro de 2014

MORREU DEPUTADO ANGOLANO AFONSO VAN DUNÉM




AUGUSTO CAMPOS, LUANDA, 15 Novembro 2014: Segundo informações vindas do JA o deputado morreu ontem vítima de doença.

O deputado à Assembleia Nacional Afonso Van-Dúnem "Mbinda" morreu ontem em Luanda vítima de doença, soube o Jornal de Angola de fonte familiar. Histórico do partido MPLA, onde ocupou o cargo de secretário do Bureau Político para as Relações Internacionais, Afonso Van-Dúnem Mbinda tinha recentemente requerido a suspensão do seu mandato como deputado por questões de saúde.
Mbinda, 73 anos, também era presidente do Conselho de Administração da Fundação Sagrada Esperança e teve a sua substituição temporária aprovada, através da resolução nº 15/14, permitindo a entrada de Yaba Pedro Alberto, que passou a integrar a Comissão de Relações Exteriores, Cooperação Internacional e Comunidades Angolanas no Estrangeiro e o Grupo Nacional de Acompanhamento da União Interparlamentar (UIP).
O bureau político do MPLA emitiu um comunicado, destacando Afonso Van-Dúnem Mbinda como “nacionalista de fortes e grandes convicções\", que dedicou toda a sua vida à causa do povo angolano, tendo ingressado nas fileiras do MPLA em 1961, tinha 20 anos de idade.  Durante a Luta de Libertação Nacional de Angola, refere o comunicado, este abnegado dirigente participou na Conferência Nacional do Movimento, em Léopoldville (actual Kinshasa, República Democrática do Congo), em 1962 e foi representante do MPLA em Lusaka, Zâmbia, e secretário particular do Presidente Agostinho Neto.  Posteriormente, prossegue o documento, já na Angola independente, Afonso Van-Dúnem Mbinda ocupou, sucessivamente, os cargos de director do gabinete do Presidente Agostinho Neto, de comissário provincial de Luanda, de ministro das Relações Exteriores, de embaixador na Organização das Nações Unidas e, após as Eleições Gerais de 2012, de deputado à Assembleia Nacional.
Jurista, Afonso Van-Dúnem Mbinda tem o seu nome gravado na história da libertação da África Austral,porque foi um dos mais destacados diplomatas angolanos empenhados na aplicação da resolução 345/78 do Conselho de Segurança das Nações Unidas sobre a Independência da Namíbia, a retirada das tropas invasoras sul-africanas de Angola, a libertação de Nelson Mandela, o fim do regime segregacionista do apartheid na África do Sul e o regresso das  tropas internacionalistas cubanas ao seu país.
Como ministro das Relações Exteriores, Afonso Mbinda participou na assinatura do Protocolo de Brazzaville, rubricado a 13 de Dezembro de 1988, que foi o culminar das  13 sessões de negociações quadripartidas (Angola, Cuba, África do Sul e Estados Unidos), cinco das quais reunidas  na capital do Congo, sendo as restantes em outras capitais.
O Protocolo de Brazzaville desembocou nos Acordos de Nova Iorque, assinados a 22 de Dezembro do mesmo ano, que formalizaram a aplicação da resolução 435/78 do Conselho de Segurança.
O Ministério das Relações Exteriores emitiu um comunicado, reagindo à notícia da morte de Afonso Van-Dúnem Mbinda. “O embaixador Afonso Van-Dúnem Mbinda contagiou com o seu exemplo a nova geração de diplomatas angolanos, que sempre viram nele um homem de trato fácil e harmonioso, cujo vazio constitui uma perda irreparável para a diplomacia angolana”.
O Grupo parlamentar da UNITA lamentou a morte do antigo chefe da diplomacia angolana, sublinhando que “soube ser coerente com os princípios em que sempre acreditou”.


JA

Tag: Deputado angolano Afonso Van dunem Morreu, Assembleia Nacional Angola, Nacionalistas angolanos. 

 
PARTILHA NO FACEBOOK COM AMIGOS...

AUGUSTO KENGUE CAMPOS

LIVRO: O MISTÉRIO DAS RELIGIÕES

LIVRO: O MISTÉRIO DAS RELIGIÕES

DIVULGA-TE AQUI...

DIVULGA-TE AQUI...

PROMOVA TEU EVENTO AQUI...

MÚSICO, PROMOVE-TE AQUI

MÚSICO, PROMOVE-TE AQUI

ENVIE-NOS NOVIDADES

ENVIE-NOS NOVIDADES